COM QUAL VÍRUS FUI AFETADO?

Você sabia que o cérebro tem a capacidade de armazenar 4,7  bytes de informações?

De acordo com as pesquisas dos cientistas do Salk Institute, da Califórnia, nosso cérebro tem a capacidade de armazenar  4,7 mil milhões de livros lidos ou 670 milhões de páginas de internet. Isso não é incrível? A parte do cérebro que ajuda a solidificar essa memória é o hipocampo e que depende, é claro, das conexões entre as células cerebrais e individuais de cada indivíduo.

Nos dias de hoje, estamos vivendo momentos de muitas informações diárias. A cada minuto consumimos  uma notícia diferente, seja através de redes sociais, email, televisão e a mídia em geral, mas será que estamos tendo o cuidado de selecionar essas informações para o armazenamento devido em nosso cérebro? O quanto elas estão fazendo bem para nós?

Você já parou para pensar o quanto você está sendo prejudicado com essa avalache de informações diárias?  Imagina, se você puder parar e somar essas informações recebidas diariamente, com os seus problemas diários, tanto na área pessoal como  profissional, como seria essa soma?

Baseado na informação acima da capacidade que temos em nossa memória, é preciso criar um hábito para uma análise diária, e nesse hábito, ter consciência de que histórias estamos vivendo em nossas memórias.

E indo um pouco mais além, pense na influência que essas informações estão prejudicando sua saúde emocional e física. Será que você está tendo o cuidado de selecionar  as informações que chegam até você ou está sendo contaminado pelas doenças a sua volta e deixando que a sua energia e força sejam esgotadas como se tivessem sido contaminadas com um virus?

Será que você tem mantido uma mente saudável?  É impressionante a quantidade de pessoas com problemas emocionais nos dias de hoje.  De forma metafórica quero que imagine a sua mente como um computador sendo infectado por diversos tipos de vírus. Hoje é muito fácil pegar um vírus no computador. Muitos desses vírus destroem informações adquiridas ao longo dos anos por tempo de trabalho investido.  Será que você já passou por algo assim?

Quem sabe as suas memórias estão com o vírus da autosabotagem? Isso pode acontecer quando você está na zona de satisfação com a vida que tem levado, porém, vivendo no piloto automático, sem ter prazer pela vida, acostumando a receber migalhas da vida.

Talvez você não foi ensinado a ter uma vida de grandes conquistas, e se isso aconteceu, irá se conter com o pouco que tem recibido. Talvez o seu caso seja viver um relacionamento abusivo e isso parece ser normal. E por que isso parece ser normal para você?

Quem sabe você esteja enfetado pelo vírus do desânimo, do comodismo, da preguiça, procastinação, raiva pela a vida que tem vivido. Quem sabe você está contaminado com o vírus da falta de merecimento e o seu diálogo tem sido: “Eu mereço esse relacionamento abusivo”, Eu mereço ficar nessa pobreza”, Eu mereço estar desempregado”, “Eu mereço ficar sozinho” , Eu não mereço ter um casamento feliz”, “Eu sou uma pessoa ruim e mereço sofrer porque já fiz muita coisa ruim na vida”.

Quando estamos deixando ser afetados por alguns desses vírus, ficamos impossibilitados de agir para mudar o que for necessário em nossa vida e até usamos justificativas para apoiar o diálogo interno, dando ênfase na dor emocional que estamos vivendo.

Você está cansado dessa vida?

Para você que respondeu sim, quero dizer que é possível mudar a sua história, é possível mudar esse diálogo, é possível ter coragem para ir em frente, e quero deixar aqui alguns passos para que essa mudança aconteça.

5 passos para ficar livre de vírus:

  1. Procurar um profissional que lhe ajude a identificar que tipo de vírus você foi contaminado. Quando estamos com um vírus, precisamos identificar que tipo de vírus temos para encontrar o tratamento correto;
  2. Início do tratamento – É necessário passar pelo tratamento e para isso será necessário dedicação. As vezes será necessário um pequeno repouso para restaurar a sua energia, e outras vezes será preciso planejamento e ação;
  3. Seguir as instruções do profissional é muito importante – Avaliar com quem você deve se relacionar para que não contamine outras pessoas com o mesmo vírus ou se afastar das pessoas que lhe contaminaram com o vírus e ainda fazer tudo que foi indicado, gerando fé e esforço;
  4. Aprendizado: Lembre-se que todas as situações que vivemos nos permitem tirar algum aprendizado. Foque no aprendizado que esse momento trouxe para você para que não seja contaminado novamente com o mesmo vírus.
  5. Clareza: Quando você está comprometido com o seu crescimento intelectual, amadurecimento emocional e com seu sucesso, tanto na área pessoal como profissional, a sua atenção será para as coisas que realmente são importantes e não deixará que o vírus da falta de tempo ou do não está preparado, possa afetar a sua caminhada.

Agora quero finalizar esse artigo pedindo que você que faça uma reflexão sobre qual vírus tem afetado você. Pense: esse vírus existe mesmo ou foi criado pela sua imaginação?

Como assim Josie, vírus da imaginação? Muitas vezes as pessoas que você conviveu, colocaram em você algum tipo de vírus, como histórias que você ouviu por muitos anos e deixaram você impressionado, como por exemplo: “Casamento é uma prisão”, “é normal ter relacionamento abusivo”, “é normal não ter dinheiro para viver uma vida digna”, “é normal ser escravo do trabalho e ganhar pouco”, “ é normal ser abusado nos relacionamentos”, “é normal procastinar e não correr atrás da realização dos sonhos”, “sonhar é para rico”, enfim, são diversas situações que passamos a acreditar que não foram ideias criadas por nós, mas daquelas pessoas que estiveram próximos a nós e que viviam também uma vida de migalhas e não de uma vida abundante.

O vírus do medo por exemplo, é emocional, criado na mente humana e está relacionado com algo que pode ser mudado de forma emocional.

Como você tem administrado seus medos?

O que você tem sonhado e ainda não realizou por tem medo de não conseguir realizar?

O quanto a opinião das pessoas tem parado você de ir em frente com suas ideias?

Se você percebeu que precisa de ajuda para ter uma vida mais equlibrada, eu posso te ajudar, entre em contato comigo.

Uma braço e até breve

Josie Oliveira, Ph.D

Coach de Desenvolvimento Humano